sábado, 30 de setembro de 2017

Meu chamado

MEU CHAMADO - 12 de agosto de 2017
(relembrando o que o Senhor havia dito)

Quando ando desanimada sobre meu chamado como profeta de Deus - pois vejo que, embora eu ore e interceda, muitas pessoas continuam padecendo longe da Fonte das águas vivas -, então o Senhor vem me animar, lembrando-me da razão para a qual Ele me chamou.

Em 23 de maio de 2015, o Senhor me deu estas palavras:

"Coloque-se na brecha da oração, onde ninguém mais está.
Como sentinela num muro, seja guardiã da verdade, que é a minha Palavra.
Cuide bem desse reduto que não se encontra no coração de mais ninguém, mas que está disponível a todos.
Assim como eu capacitei homens com habilidade para construir meu santuário, onde eu seria adorado e glorificado, eu também te usarei, e te capacitarei para edificar e preparar o templo de adoração, isto é, o coração das pessoas".
(Referências bíblicas que ele usou: Êxodo 35:30-35Êxodo 36:1-2).

Êxodo 35
30 Disse então Moisés aos israelitas: "O Senhor escolheu Bezalel, filho de Uri, neto de Hur, da tribo de Judá,
31 e o encheu do Espírito de Deus, dando-lhe destreza, habilidade e plena capacidade artística,
32 para desenhar e executar trabalhos em ouro, prata e bronze,
33 para talhar e lapidar pedras, entalhar madeira para todo tipo de obra artesanal.
34 E concedeu tanto a ele como a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, a habilidade de ensinar os outros.
35 A todos esses deu capacidade para realizar todo tipo de obra como artesãos, projetistas, bordadores de linho fino e de fios de tecido azul, roxo e vermelho, e como tecelões. Eram capazes para projetar e executar qualquer trabalho artesanal".

Êxodo 36
"Assim farão Bezalel, Aoliabe e todos os homens capazes, a quem o Senhor concedeu destreza e habilidade para fazerem toda a obra de construção do santuário, realizarão a obra como o Senhor ordenou."
Então Moisés chamou Bezalel e Aoliabe e todos os homens capazes a quem o Senhor dera habilidade e que estavam dispostos a vir realizar a obra.


Algum tempo depois, o Senhor confirmou que me chamou como evangelista, para dar um bom testemunho de vida e atrair as pessoas aos seus caminhos.
Como profeta, o Senhor quer que eu anuncie sua segunda vinda e edifique os templos de adoração ao Senhor, isto é, os corações das pessoas, por meio da evangelizaçãoinstrução aconselhamento.
A oração, a intercessão e a adoração - inclusive por meio dos louvores - são parte intrínseca da minha vida cristã. Já o meu principal chamado é levar pessoas ao arrependimento, ajudando-as, em seguida, a crescer espiritualmente. Eis aí a edificação de templos!


Sigo adiante! Vá à frente, Senhor!


Nenhum comentário:

Postar um comentário