sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Zelo pelas almas - Charles Spurgeon

NOITE, 7 DE DEZEMBRO DE 2017

“Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns.” (1 CORÍNTIOS 9:22)

“O grande propósito de Paulo não era meramente instruir e aperfeiçoar, mas salvar. Qualquer resultado diferente deste o decepcionaria; ele desejava ver homens de coração renovado, perdoados, santificados, de fato, salvos.
Nossos serviços cristãos têm tido um alvo menor do que este? Então, retifiquemos nossos caminhos, pois no último grande dia, que benefício terá sido ensinar e moralizar os homens se estiverem diante de Deus sem a salvação? Nossas vestes estarão manchadas de vermelho-sangue se durante a vida tivermos buscado propósitos inferiores e esquecido que os homens precisavam ser salvos.
Paulo conhecia a ruína do estado natural do homem e não tentou educá-lo, mas salvá-lo; ele via homens afundando no inferno e não falava em purificá-los, mas em salvá-los da ira que está por vir.
Para atingir seu objetivo de salvação, Paulo entregou-se com zelo incansável a falar em todos os cantos sobre o evangelho, a alertar e a suplicar aos homens que se reconciliassem com Deus. Suas orações eram insistentes e seu trabalho incessante.
Salvar almas era sua paixão profunda, sua ambição, seu chamado. Ele se tornou um servo para todos os homens, labutando por sua raça, sentindo aflição dentro de si caso não pregasse o evangelho. Ele abriu mão de suas preferências para evitar o preconceito; sujeitou sua vontade em questões de menor importância e, se os homens simplesmente recebessem o evangelho, ele não levantava questões sobre formatos ou cerimônias. O evangelho era a única questão importante para ele.
Se alguns fossem salvos ele se contentava. Essa era a coroa pela qual ele trabalhava, a única e suficiente recompensa de todos os seus esforços e autonegações.
Caro leitor, você e eu vivemos para ganhar almas de modo tão nobre? Temos o mesmo desejo completamente consumidor? Se não, por quê? Jesus morreu pelos pecadores, não podemos nós viver por eles?
Onde está nossa ternura? Onde está nosso amor por Cristo, se não buscarmos sua honra na salvação das pessoas? Ah! Que o Senhor nos sature mais e mais com zelo imperecível pelas almas dos homens”.

(Charles H. Spurgeon)


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Quero te mostrar os mistérios do Reino



QUERO TE MOSTRAR OS MISTÉRIOS DO REINO

Adorando ao Senhor na tarde de ontem, eu lhe dizia:
“Jesus, toda a sabedoria e todo o conhecimento dos homens, todo o avanço da ciência até aqui, as leis e teorias da física, o estudo dos astros e do Universo, as descobertas sobre o funcionamento do corpo humano: toda a ciência, em suas grandezas e minúcias, o que ela representa, meu Deus, diante de ti?
Toda ela (a verdadeira ciência) aponta para ti, para tua glória, tuas onisciência, onipotência e onipresença.
Homens investem suas vidas perscrutando o conhecimento, enquanto todo o conhecimento te pertence.
É uma pena que muitos homens tão inteligentes e brilhantes tenham aprendido tanto, mas sem obter o conhecimento do Santo. Contemplaram as obras da mão do Artista, mas não conversaram com seu Autor. Não experimentaram seu amor, sua sabedoria, criatividade, personalidade, bondade, seu perdão, sua tão grande graça...

Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que ali firmaste, pergunto: Que é o homem, para que com ele te importes? E o filho do homem, para que com ele te preocupes?
(Salmo 8:3-4) 






Quando penso num único órgão que é o coração, me pergunto: o que leva seu músculo a bater? O que o mantém funcionando por noventa, cem anos, sem pausa?
Nenhum motor pode ser tão eficiente e duradouro!
O sopro do teu Espírito é que o mantém funcionando, Senhor”.



Tal ciência é maravilhosa demais e está além do meu alcance; é tão elevada que não a posso atingir.

(...)

Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe.

Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas!

(...)

Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir. 

(Salmo 139:6,13-14,16)
  
Então o Senhor começou a falar em meu espírito:

Você disse bem.
Qual ser humano me viu em toda a minha glória (Êxodo 33:20)? Quem já conteve minhas mãos para me impedir (Jó 42:2)? Quem me instruiu ou leu meus pensamentos (Romanos 11:34)?
Eu sou o SENHOR.
Ainda assim, eu mesmo te tomo pela tua destra (Isaías 41:13) e te levo a um lugar seguro.
Não te espante por eu dizer que te levo a um lugar seguro.
Pois até o mais fiel servo do Senhor vive a lutar contra a incredulidade. Esta é como pedras escorregadias.
Mas quando eu te tomo pela mão e te conduzo, levo-te a andar nos meus exatos passos e caminhos, rumando a lugares onde o reino espiritual prevalece sobre o natural.
Sou eu quem te levo a andar sobre as águas e a maravilhar-se, e a querer muito mais do que isso.



Senhor", disse Pedro, "se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas".

"Venha", respondeu ele. Então Pedro saiu do barco, andou sobre a água e foi na direção de Jesus.

(Mateus 14:28-29)
 

Clame a mim, e eu responderei e lhe direi coisas grandes e insondáveis que você não conhece.

(Jeremias 33:3)

Você teme que seu coração pare de bater, repentinamente?
Eu sei que você não teme isso, porque entregou sua vida a mim e sabe que o sopro de sua vida está aconchegado em minhas mãos.
Você sabe que a luz da sua vida a mim pertence, e o temor da morte é algo que há muito deixou de exercer qualquer influência sobre você.
Se você não duvida de que viverá enquanto minha soberana bondade suprir seu fôlego, por que, às vezes, ainda duvida das coisas futuras, de tudo que hei de cumprir em sua vida?
Eu não te chamei por profeta? Então abra a boca e profetize sobre as coisas que virão.

Dê-me ouvidos e venha a mim; ouça-me, para que sua alma viva. Farei uma aliança eterna com você, minhas fiéis misericórdias prometidas a Davi.
(Isaías 55:1-3)


Deixa-me te envolver em meus pensamentos.
Você acabou de dizer que quer andar como Enoque, que quer estar mais aqui do que aí; que prefere parecer esquisita ao olhar do mundo a andar longe de mim e da vida no Espírito.

Enoque andou com Deus; e já não foi encontrado, pois Deus o arrebatou para si.
(Gênesis 5:24)


Hoje eu te convido a conhecer mais dos meus belos átrios.


A minha alma suspira! sim, desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo.
(Salmo 84:2)


Tire os sapatos e refresque os pés no piso deste palácio.
Vista as vestes de linho da santidade (Apocalipse 19:8) e venha estar no Lugar Santíssimo!
Sim, venha aprender os meus mistérios, o Conhecimento e a Sabedoria do Santo!
Dentro em pouco, você se sentará à mesa do Rei e ceará comigo.
Fique comigo, minha querida, fique comigo.
Temos a eternidade para conversar.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Os anjos também virão te servir

OS ANJOS TAMBÉM VIRÃO TE SERVIR
20 de novembro de 2017

O Senhor me disse esta manhã:
“Ponha-se acima dos montes. Suba até aqui. Venha buscar a minha face.

Com amor eterno te amei; com amor leal te atraí a mim (Jeremias 31:3).

Santifique-se ainda mais.
Eu te chamei a um lugar de santificação onde o simples cheiro e a fumaça do pecado incomodam seu coração.
O meu Espírito habita em ti, e veio para remover os véus que encobrem o mal, para lançar luz à penumbra, para remover impurezas, ao separar o bem do mal, o puro do vil, o justo do reprovável.
Pelo meu Espírito, quero te usar para levar a presença do Filho Ressurreto aos corações onde Ele não adentrou, para que Ele possa tocar aqueles que não receberam seu poder transformador.
Viva e mova-se em mim.
Eu bem sei que o caminho dos profetas parece solitário demais. Sei que você, às vezes, sente-se como que andando num deserto ao buscar trilhar o caminho da santidade.

O que vocês foram ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? Ou, o que foram ver? Um homem vestido de roupas finas? Ora, os que vestem roupas esplêndidas e se entregam ao luxo estão nos palácios.
(Lucas 7:24-25)

Aqueles que andam no deserto, como João Batista, não são (nem podem ser) compreendidos pelo mundo. Não podem ser discernidos, a não ser pelo entendimento concedido pelo próprio Espírito de Deus.

Quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente.
(1 Coríntios 2:14)

Não tema, filha minha, pois você não está só.
Se você fizer o que eu mando, e me buscar, com fervor, todos os dias, eu te farei ver o exército que se acampa ao seu redor.

E o servo do homem de Deus se levantou muito cedo e saiu, e eis que um exército tinha cercado a cidade com cavalos e carros; então o seu servo lhe disse: Ai, meu senhor! Que faremos?
E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles.
E orou Eliseu, e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.
(2 Reis 6:15-17)

É verdade que eu tenho te levado a subir um monte solitário. E é verdade que poucos querem alcançar o seu cume, devido ao rigor da jornada.
Mas os que se dispõem a subir o monte sabem que, ali, desfrutarão da minha plena presença e manifestação.
Eu conheço muito bem as suas tristezas. Sei que certo fato sobre ti sempre aflige seu espírito. Mas eu te criei com tanto amor e com tantos propósitos! E cada detalhe envolvido nesta criação tem o seu porquê; foi detidamente planejado para a minha glória! Não se entristeça! Confie em mim!

Agora, você vê apenas um reflexo obscuro, como em espelho (de bronze); mas, um dia, você verá face a face. Agora, você conhece em parte; mas, um dia, conhecerá plenamente, da mesma forma como é plenamente conhecida.
(1 Coríntios 13:12-13)

Sei, também, que tem sido dolorido, para você, enxergar certas coisas tão claramente. Às vezes, você preferiria não ver e não conhecer do modo como vê e conhece.
Mas este dom é necessário ao seu ofício. Para depurar os diamantes, é preciso que aquele que os lapida enxergue bem as pedras brutas.
Se essas coisas doem em ti, que é minha filha e não tem a função de julgar, mas apenas de interceder pelas vidas, imagine a dor em mim, eu que vejo e conheço todas as intenções do coração dos filhos dos homens!

O Senhor, contudo, disse a Samuel: "Não considere a sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração".
(1 Samuel 16:7)

Não, você não está só.
Continue a amar o próximo, continue a celebrar a vida e a mim.
Você tem uma família e irmãos e irmãs em Cristo.
Sou eu quem te trago alívio, consolo e a certeza do riso após o pranto, da vista completa após a visão fracionada.
Nessa sua aparente solidão, eu encherei o seu redor com a presença da minha glória. E te levarei aos lugares exatos onde quero que você esteja.
Quando você estiver na travessia do deserto, os anjos também virão te servir.

Elias teve medo e fugiu para salvar a vida. Em Berseba de Judá ele deixou o seu servo
e entrou no deserto, caminhando um dia. Chegou a um pé de giesta, sentou-se debaixo dele e orou, pedindo a morte. "Já tive o bastante, Senhor. Tira a minha vida; não sou melhor do que os meus antepassados. "
Depois se deitou debaixo da árvore e dormiu. De repente um anjo tocou nele e disse: "Levante-se e coma".
Elias olhou ao redor e ali, junto à sua cabeça, havia um pão assado sobre brasas quentes e um jarro de água. Ele comeu, bebeu e deitou-se de novo.
O anjo do Senhor voltou, tocou nele e disse: "Levante-se e coma, pois a sua viagem será muito longa".
Então ele se levantou, comeu e bebeu. Fortalecido com aquela comida, viajou quarenta dias e quarenta noites, até que chegou a Horebe, o monte de Deus.
(1 Reis 19:3-8)

Dobre-se sobre meus joelhos e descanse em mim.
Eu farei a minha obra em sua vida".